Notícia Fórum debate competitividade da moda mineira

No plano de ação que a indústria da moda mineira traçará para 2017, a prioridade serão as iniciativas para aumentar as vendas dos principais segmentos que compõem o macrossetor. As estratégicas começaram a ser discutidas no dia 17/10, na FIEMG, durante o Fórum Moda – Novos Caminhos para uma Nova Indústria, promovido pelos Sindicatos do Vestuário (Sindivest/MG), Calçados (Sindicalçados), Bolsas (Sindibolsas) e Joias (Sindijoias), além de Sebrae e IEL/MG.

O debate entre instituições e empresas para começar a dar corpo a um documento com propostas de melhoria de competitividade da cadeia produtiva foi precedido por palestras com especialistas na área. Assuntos como marketing e comportamento do consumidor na crise foram apresentados com o objetivo de atualizar os participantes e subsidiar as mesa redondas. “Este fórum é uma das principais searas para o surgimento de novas ideias”, salientou o presidente da Câmara da Indústria do Vestuário e Acessórios da FIEMG e do Sindicalçados, Jânio Gomes Lemos.

Segundo ele, o grande desafio em tempos de crise é encontrar maneiras de ampliar a comercialização e abrir novos mercados para os produtos da moda. Mas o plano de melhoria da competitividade do setor irá além. Estará pautado em quatro temas: comercialização, prospecção de mercado e exportação, gestão e administração.

O Fórum integra o Programa de Competitividade Industrial Regional desenvolvido pelo IEL/MG, que foca ações em 21 setores prioritários para a economia do estado.  Os setores selecionados têm como ponto comum a alta capacidade de dinamizar a economia por meio de geração de empregos, valor agregado e investimentos, por exemplo. “A moda é um dos segmentos que mais emprega em Minas, além de gerar um produto de alto valor agregado”, justifica o superintendente de Desenvolvimento Industrial da FIEMG, Adair Evangelista Marques.

voltar

2013 Todos os direitos reservados. Designtech.net.br